ACOMPANHE A PREFEITURA NAS REDES SOCIAIS Facebook Twitter Youtube SoundCloud Instagram
Home|Notícias|Saúde: Prefeitura promove mais um mutirão de combate ao Aedes aegypti
NOTÍCIAS
Saúde
17/07/2017 08h15
Saúde: Prefeitura promove mais um mutirão de combate ao Aedes aegypti

Militares do Exército e Aeronáutica e mais de 800 voluntários participaram das ações

 A Prefeitura de Boa Vista tem intensificado diariamente as ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus, em todos os bairros da capital. Neste sábado, 15, a prefeitura promoveu mais um grande mutirão de combate ao mosquito, que contou com a parceria de militares do Exército e Aeronáutica e mais de 800 voluntários, servidores de todas as secretarias municipais.

 
A ação acorreu em oito bairros da capital: Silvio Leite, Santa Tereza, Jardim Equatorial, Pintolândia, Alvorada, Tancredo Neves, Cauamé e Caranã, locais onde apresentam mais casos confirmados das doenças transmitidas pelo mosquito. Mais de 30 mil imóveis receberam as equipes.
 
“Combater o mosquito Aedes aegypti é uma luta diária, por isso eu peço a participação das pessoas nesse combate, porque 75% dos focos estão dentro das casas, então precisamos que haja conscientização de todos, que saibam do mal que esse mosquito provoca. Por isso peço que a população seja nosso parceiro nessa luta, mantendo seus quintais limpos, não jogando lixo na frente das casas. Estamos fazendo esse pedido há muito tempo e precisamos que pessoas nos ajudem nesse processo. É com todos envolvidos que vamos conseguir combater o mosquito”, destacou a prefeita, Teresa Surita.
 
Esse foi o quarto mutirão promovido pela Prefeitura de Boa Vista visando combater o Aedes aegypti. Os voluntários foram a campo conscientizar a população da importância de cada cidadão adotar hábitos que contribuam para a prevenção de criadouros, eliminando os focos dentro de suas casas e quintais. A moradora do bairro Silvio leite, Jhonara Sales, recebeu a visita de uma das equipes. “Minha mãe tem o cuidado de manter o quintal sempre limpo. Já é costume ele acordar cedo limpar tudo, juntar o lixo. Já é um hábito”, contou.
 
Outras ações – O Ministério da Saúde preconiza a realização de no mínimo 04 dos 07 ciclos de eliminação de focos do Aedes aegypti e Boa Vista tem cumprido essa meta mínima de ciclos, além de reforçar o quadro de agentes de combate às endemias aumentando assim as visitas.
 
Segundo levantamento de dados laboratoriais há municípios de Roraima com confirmação laboratorial que varia de 50 a 100% dos casos notificados de Chikungunya, enquanto Boa Vista, segundo último dado, tem 41% de confirmação de casos. Sendo assim, Boa Vista não é o município com números mais preocupantes em relação ao resto do estado.
 
“A Prefeitura tem se empenhado no combate ao mosquito. Além das visitas, os agentes cumprem um cronograma de palestras de educação e saúde nas escolas municipais, estaduais e nas unidades básicas de saúde, fazem blitz educativas em pontos estratégicos dos bairros classificados com maior índice de infestação”, destacou o superintendente de vigilância em saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, Emerson Capistrano.
 
Estações disseminadoras - Além das visitas diárias dos agentes e técnicos de endemias orientando e conscientizando a população, a Prefeitura está desenvolvendo juntamente com a Fiocruz-AM, o projeto de estações disseminadoras de larvicidas em 10 bairros da capital, na qual primeira avaliação mostrou uma diminuição de 40% da infestação por ovos do mosquito, chegando até 81% em determinado bairro.
 
Lixo – A Prefeitura de Boa Vista também intensificou os serviços de limpeza na capital. Nesse primeiro semestre já foram retiradas mais de 120 mil toneladas de lixo da cidade, dentre eles: doméstico, entulho e galhadas.
 
De acordo com o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Daniel Peixoto, manter a cidade limpa exige a colaboração dos moradores, principalmente nesse período chuvoso, tendo em vista que no lixo jogado nas ruas contém recipientes que acumulam  água, o que contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
 
“Essa questão da grande quantidade de lixo jogada nas ruas é muito preocupante. Precisamos contar com o apoio da população para não deixar que o mosquito se reproduza. Por isso também fazemos esse trabalho de conscientização junto à população. Há casos que as equipes passam limpando as ruas e meia hora depois as pessoas voltam a jogar lixo. É uma questão de conscientização”, disse o secretário.
FALE BOA VISTA LIGUE 156
Prefeitura Municipal de Boa Vista, Trabalhar e Cuidar das pessoas
Prefeitura Municipal de Boa Vista
Palácio 9 de Julho | Rua General Penha Brasil, 1011 - São Francisco | CEP: 69305-130 TELEFONE: 156 | Boa Vista - Roraima - Brasil