ACOMPANHE A PREFEITURA NAS REDES SOCIAIS Facebook Twitter Youtube SoundCloud Instagram
Home|Prefeitura
PREFEITURA
Teresa Surita
Teresa Surita
Prefeita

Histórico e principais ações

Maria Teresa Saenz Surita Guimarães nasceu em São Manuel (SP), é formada em Turismo e atuou na área de publicidade antes de ingressar na vida pública.

Em 1990, foi a Deputada Federal mais votada de Roraima, com 22% dos votos válidos, notadamente pelo trabalho desenvolvido na área social.

Em 1992, foi eleita para o primeiro mandato como Prefeita de Boa Vista. Priorizando a educação, sua gestão fez duplicar o número de alunos na rede municipal.

Eleita novamente em 2000 e reeleita em 2004, sua atuação como prefeita foi marcada pelo cuidado com as pessoas. Teresa inovou ao fazer um mapeamento georefenciado da cidade, social e econômico, que lhe permitiu implantar políticas públicas acertadas para atendimento desde a criança em creche até os idosos. 

Seu programa de gestão participativa – Braços Abertos - mereceu prêmio em nível nacional de Inovação em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas.

Seu trabalho foi marcante na redução da violência, principalmente entre os jovens em situação de risco social, envolvidos em brigas e violência. Ao implantar o Projeto Crescer conseguiu reduzir em 72% a violência entre jovens e eliminou 30 das 35 gangues existentes na cidade. Boa Vista passou da 9º para a 22ª capital em número de homicídios.

Teresa obteve 84% de aprovação popular em sua gestão, um dos maiores índices do País.

Principais destaques gestão 2001/2006

·         Prefeita Amiga da Criança por duas vezes, referente à gestão 2001–2004

·         Prêmio Inovação em Gestão Pública e Cidadania, Fundação Getúlio Vargas e Fundação Ford, Rio de Janeiro, RJ, 2002 e 2004, com o Mapeamento Georeferenciado – Cidade Digital;

·         Prêmio de Qualidade Infantil, Ministério da Educação, Brasília, DF, 2003;

·         Prêmio Prefeito Empreendedor Mário Covas, SEBRAE, Brasília, DF, 2003, 2004 e 2005;

·         Prêmio Petrobras Social Geração da Paz, Rio de Janeiro, RJ, 2003, com o Projeto Crescer, concorrendo com mais de 30 mil propostas;

·         Prêmio Inovação em Gestão Pública e Cidadania, Fundação Getúlio Vargas e Fundação Ford, Rio de Janeiro, RJ, 2004;

·         Prêmio FGV 2005, com o Projeto Crescer - Melhores Projetos do Brasil, sendo tese de doutorado;

·         Prêmio Município mais Dinâmicos do Brasil, Caixa Econômica Federal e Gazeta Mercantil, Brasília, DF, 2005

·         Prêmio Excelência na Gestão do Programa de Controle da Tuberculose, Ministério da Saúde, Brasília, DF, 2006;

Parcerias 

·         Fundação Abrinq – avaliação e acompanhamento dos projetos sociais que atendiam crianças e adolescentes

·         Unicef – parceria técnica nos projetos sociais

·         Unesco – parceria técnica nos projetos sociais

·         Governo do Japão – parceria para aquisição de computadores para o Projeto Crescer

·         Petrobras – apoio ao Projeto Crescer

·         Cenpec – Centro Nacional de Pesquisas em Educação e Cultura - formulação de de processos pedagógicos e formação continuada para professores da rede municipal de ensino

·         Cepal – Centro de Estudos e Pesquisas para a América Latina – seminário para jornalistas e profissionais de comunicação sobre enquadramento do ECA na mídia

·         UFRR – Universidade Federal de Roraima – treinamento com jovens do Projeto Crescer em reciclagem de papel

·         ONG Aprendiz – parceria técnica para implantação do Projeto Escola Comunitária

·         Aprendiz/Congas – Parceria para a comercialização de produtos do Projeto Crescer

·         ONG Mundaréu – Consultoria e assessoria comercial dos produtos artesanais confeccionados no Projeto Crescer

·         OELA – Consultoria e intercâmbio de experiências pedagógicas nas oficinas de Marchetaria e Lutheria do Projeto Crescer

·         Apoios ao Projeto Crescer:

ANDI – Agência Nacional dos Direitos da Infância

Fundação Banco do Brasil

Fundação Getúlio Vargas

Infraero

Exército Brasileiro

BID

Denatran

Senac – SEST/Senat – Senar – Senai - Sebrae

Nas eleições de 2010, confirmando o favoritismo das pesquisas de opinião, foi a Deputada Federal mais votada por Roraima e a quarta mais votada do Brasil.

·         Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente

·         Relatoria e aprovação do PL 7672, hoje chamada de Lei Bernardo

·         Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância para gestores públicos na Universidade de Harvard

·         Discussão do projeto de lei nº 14/2015, que implementa políticas públicas para crianças até 6 anos

·         Aprovação do Marco Legal da Primeira Infância

Em 2012, Teresa foi eleita pela quarta vez Prefeita de Boa Vista e foi a única mulher a administrar uma capital brasileira, com 90% de aprovação popular.

Em 2016, acaba de ser reeleita com o maior índice de aprovação do Brasil, sendo a única mulher eleita como prefeita de capitais no 1º. turno. Teresa obteve 121.148 votos, o que corresponde a 79,39% do total registrado.

Destaques atual gestão  

Diversos índices contribuíram para o resultado de quase 80% dos votos em Teresa nestas eleições. A transformação da cidade foi algo notável e a maneira de governar também, numa gestão participativa, com controle e planejamento de ações, que viabilizaram à sua gestão driblar a crise econômica do País e manter todos os compromissos com servidores, fornecedores, realizar obras estruturantes e manter os projetos sociais. Boa Vista, que era a única capital a não contar com ciclovias, recebeu 50 km de ciclofaixas exclusicas. Redução de 35% de mortes no trânsito; de 88% nos casos de dengue em 2013, 2014 e 2015 em comparação com os três anos anteriores entre outros índices, foram relevantes.

·         Prêmio 10 Melhores Iniciativas para redução da violência 2013 – Projeto Crescer – Folha de São Paulo (tem um multimídia do Crescer disponível no site do jornal)

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/11/1555238-programa-une-gangues-rivais-e-reduz-homicidios-em-roraima.shtml

·         Prêmio Prefeito Empreendedor 2016 – Modernização e Planejamento da gestão pública

·         Prêmio Prefeito Amigo da Criança - Fundação Abrinq – o destaque em Boa Vista foi para o Programa Família Que Acolhe (FQA), na categoria “Boas Práticas”. O programa é uma política integrada e inovadora entre educação, saúde e social, que garante que a criança seja vista nas três áreas com o mesmo olhar, ação inovadora que é modelo do Programa Criança Feliz do Governo Federal, lançado em 05.10.2016.

O desenvolvimento de Boa Vista passa pela educação e pelo atendimento à primeira infância.

EDUCAÇÃO

·         Frequência escolar acima de 90%

·         Aumento de 166% do número de vagas nas Casas Mãe  (creches diferenciadas)

·         Aumento de 60% do número de vagas nas preescolas.

·         100% dos alunos com deficiência incluídos na rotina das escolas

·         Atendimento em 2016 da meta do IDEB para 2021

·         Atendimento em 2016 da meta do PNE para 2024

·         3º melhor colocação de ensino municipal do País em matemática

PRIMEIRA INFÂNCIA

·         Família que Acolhe - O programa acolhe mães e crianças desde a gestação até os seis anos de idade – a chamada primeira infância - com atenção integrada nas áreas da saúde, educação e desenvolvimento social. Em três anos o FQA já atendeu mais de 7.400 beneficiárias e mais de 6.500 crianças. FQA busca disponibilizar serviços e proporcionar o melhor ambiente para o desenvolvimento infantil.

Resultados:

- Nos últimos quatro anos, o número de atendimentos pré-natais na rede municipal aumentou 46%, subiu de 16.318 em 2012 para 30.145 em 2015;

- Aumento de 33% na vacinação infantil

- No mesmo período também foram realizados mais de 95 mil atendimentos, destes 79,5 mil somente nos anos de 2013 a 2015;

- Em 2015 houve uma redução na taxa de mortalidade infantil. Nos anos de 2012, 2013 e 2014 para cada mil nascidos vivos, 13 mortes eram registradas. Esse número caiu para 11 no ano de 2015 - redução associada ao diagnóstico precoce feito pelo município e o acompanhamento das gestantes beneficiárias do Família que Acolhe.

Parcerias FQA:

The New York Academy of Sciences – (Academia de Ciências de Nova York) firmou uma parceria com a prefeitura para estudar os impactos do programa na vida das crianças da capital. A instituição vai monitorar os primeiros mil dias de um grupo de crianças assistidas pelo Família Que Acolhe.

Instituto Maria Cecília Souto Vidigal – Acompanhamento em todos os processos desenvolvidos pelo Programa tanto no trabalho pedagógico quanto nas ações práticas  realizadas nas áreas de saúde e educação.

Universidade de New York – A Universidade de Nova York em parceria com o Instituto Alfa e Beto (IAB) e o IDados avaliou os efeitos do Leitura Desde o Berço, projeto desenvolvido dentro do FQA que incentiva a leitura entre pais e filhos. Implantado nas Casas Mãe (creches diferenciadas), o estudo coletou dados de 2 grupos de crianças, um que participou do programa de leitura e o outro não.

Principais resultados, apresentados em Brasília na Câmara dos Deputados, na presença do Ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terrsa, foram bem expressivos:

·         50% de redução do número de famílias que não liam para os filhos

·         50% de aumento no número de famílias que passaram a ler com os filhos 3 dias da semana ou mais

·         50% de aumento na leitura interativa

·         14% de aumento no vocabulário

·         27% de aumento na memória de trabalho (uma capacidade permanente, que ajuda no longo prazo)

·         Aumento de 25% de crianças sem problemas de comportamento

·         Maior estimulação cognitiva em casa

·         Menos punição física

·         Maior estimulação fonológica (importante para a alfabetização)

Fundação Bernard Van Leer, Leonardo Yanez – Fundação Holandesa, especialista em desenvolvimento Infantil, fornecerá tecnologia (sistema) para monitoramento do desenvolvimento da primeira infância no Programa Família que Acolhe.

Saving Brains Fundação Canadense, que também trabalha o desenvovimento infantil, apoiará o FQA como programa multiplicador da primeira infância em outras cidades.

Banco Interamericano de Desenvolvimento - reconheceu o Família que Acolhe como modelo de política pública integrada e inovadora voltada para a primeira infância, que merecerá financiamento do Banco. 

Universidade de Harvard - Recentemente o FQA foi uma das duas iniciativas voltadas à primeira infância apresentadas no Encontro de Ex-Alunos do Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento de Primeira Infância, do Núcleo Ciência pela Infância em parceria com Universidade de Harvard.

EDUCAÇÃO

Rede de ensino - Hoje a rede é composta por 109 unidades de ensino. São 65 escolas urbanas (incluindo as creches Proinfância), 5 escolas rurais, 12 indígenas e 27 casas mãe (em funcionamento), totalizando 36 mil alunos matriculados.  Este ano 70% das unidades obtiveram notas acima da meta estipulada para cada uma, ou seja, de 36 escolas, 24 superaram as metas.

Instituto IAB -  A Prefeitura de Boa Vista implantou em  2013 o Programa Saber Igual, que permitiu a introdução do ensino estruturado em toda a rede municipal, por meio da parceria com o Instituto Alfa e Beto (IAB). Cada série tem material específico, em cada kit há livros de atividades para serem utilizados em salas de aula e os cadernos de atividades para casa.

IDEB - A Rede Municipal de Ensino superou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2016, principal indicador da qualidade do ensino no Brasil.

Metas - Boa Vista obteve a nota 5.5 para o primeiro ciclo do Ensino Fundamental, ultrapassando a sua própria meta para 2015 (5.3) e a meta nacional (5,2).

Tablets com software educativo: Os alunos da rede contam agora com a tecnologia aliada ao ensino. Foram entregues 2,8 mil tablets em 47 escolas, o que beneficiou 193 turmas e 4 mil estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental. O novo sistema vem com um programa de alfabetização inovadora, unindo o lúdico ao aprendizado. O software ensina as letras, a ordem alfabética, os fonemas e desenvolve habilidades de consciência fonêmica, fluência de leitura.

Kits da Lego – Outra novidade desta gestão são os famosos blocos de plásticos da Lego que fazem parte entre os materiais a serem utilizados pela criançada da pré-escola. A inclusão do programa Zoom na metodologia de ensino visa inovar o sistema educacional e fomentar a inteligência criativa dos alunos. Cada escola recebeu kits contendo cerca de 500 peças cada um, além de todo material didático utilizado pelo professor.

Mesas Pedagógicas: Este ano uma nova ferramenta começou a fazer parte da rotina escolar dos estudantes do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. As Mesas tecnológicas visam estimular o processo de alfabetização nas séries iniciais e trabalhar o raciocínio lógico-matemático das crianças.

Educação Inclusiva: Em Boa Vista, a educação inclusiva está entre as prioridades. Nesta gestão, o Atendimento Educacional Especializado (AEE)  foi fortalecido com a capacitação de cerca de 180 profissionais que atuam diretamente na Educação Especial nas Escolas. Hoje 100% das escolas urbanas possuem salas de recursos multifuncionais, profissionais capacitados e as crianças com certas limitações estudam aos cuidados de cuidadores escolares.

A prefeitura atende nestas salas cerca de 920 alunos, destes, 476 são público-alvo da educação especial, ou seja, possuem alguma deficiência: física, intelectual, auditiva, visual e transtornos globais de desenvolvimento e com altas habilidades. Ou ainda as que possuem a superdotação.

Notebooks para os professores efetivos: Desde 2014, os professores efetivos contam com um notebook para auxiliá-los no gerenciamento das informações escolares. Além da valorização e capacitação dos profissionais de educação ;

 

Alimentação Escolar: A prefeitura tem demonstrado uma atenção especial à alimentação das crianças nas escolas e creches. Por isso, todo ano é elaborado um cardápio por nutricionistas, disponibilizado no portal da Prefeitura, para que todos os pais de alunos saibam o que as crianças estão comendo. Cada refeição tem 800 calorias. O diferencial desta gestão é o café da manhã servido a todos os alunos de áreas rurais e indígenas do município de Boa Vista, logo que chegam nas escolas.

Arthur Henrique
Arthur Henrique
Vice-Prefeito

Arthur Henrique Machado Brandão nasceu em 19 de agosto de 1981, em Boa Vista (RR). Cursou Engenharia Elétrica na Universidade de São Paulo (USP). Em 2016, foi eleito vice-prefeito na coligação liderada por Teresa Surita, que obteve 121.148 votos, que totalizam 79,39%. É o primeiro cargo político eletivo que ocupa.

Construiu sua carreira profissional em duas grandes multinacionais. Siemens, gigante da indústria mundial, e Capgemini, uma das maiores empresas de outsourcing de tecnologia do mundo.

Em Roraima, trabalhou no serviço público municipal, assumindo em 2013 a Secretaria Extraordinária de Inclusão Digital, onde ficou até 2016. Na pasta, comandou a implantação da internet nas praças e espaços públicos da capital e a informatização de processos e serviços oferecidos pela prefeitura. Também foi o responsável pela instalação do Centro de Ciência Tecnologia e Inovação (CCTI), que incentiva o empreendedorismo digital entre crianças, adolescentes e jovens de Boa Vista.

FALE BOA VISTA LIGUE 156
Prefeitura Municipal de Boa Vista, Trabalhar e Cuidar das pessoas
Prefeitura Municipal de Boa Vista
Palácio 9 de Julho | Rua General Penha Brasil, 1011 - São Francisco | CEP: 69305-130 TELEFONE: 156 | Boa Vista - Roraima - Brasil